LAMBIC

A maioria dos especialistas classifica as cervejas do tipo Lambic como uma terceira categoria, em separado das Lager e Ale, por causa do seu tipo de fermentação, que é espontânea. São feitas de trigo, porém não são adicionadas leveduras no mosto, ficando a fermentação a cargo dos agentes naturais, os quais são encontrados somente numa pequena área ao redor de Bruxelas. Daí a dificuldade em encontrá-las, bem como o seu preço elevado. Trata-se de um tipo muito peculiar de cerveja, dotada de uma gama extremamente numerosa de aromas, os quais vão do frutado (como framboesa, cereja ou banana) ao extremamente cítrico (como vinho branco ou vinagre).

É o tipo mais antigo de cerveja feito no Mundo. Subtipos são: Lambic-Fruit (no processo de fabrico, após a fermentação espontânea ter começado são adicionadas frutas inteiras, como pêssegos, framboesas e cerejas. São cervejas cujo teor alcoólico é relativamente baixo (não ultrapassa os 6%), bem como a fermentação, o que faz com que o creme, quando há, não seja denso. Neste sub-tipo, estão as conhecidas Kriek (de cereja ácida) e as Framboise (de framboesa). Existem ainda as Gueuze e as Faro.

LINDEMANS FRAMBOISE (2,5% Abv)

sta é um sub-tipo das Lambic, as Lambic-Fruit, em que após a fermentação espontânea ter começado, são adicionadas frutas inteiras; neste caso concreto, framboesas. É uma cerveja fresca de mistura única, de aroma magnífico, com um delicado paladar a framboesas e notas ácidas da própria fruta. De cor rosa, acompanha bem sobremesas, em particular, chocolate, gelados com framboesa ou ostras caviar.